“Me perguntaram porque eu estava tão pra baixo nesses últimos dias… E, eu juro, seu nome ficou entalado na minha garganta.”
Matheus, 252º dia sem ela.